4109-1052 | 98067-6144 contato@spadomicro.com.br
Tutorial – desmontanto o Iphone 6

Tutorial – desmontanto o Iphone 6

Imagem 1/3: Unboxing o iPhone 6: Sim, é um telefone.

Passo 1 iPhone 6

Desembalando o iPhone 6: Sim, é um telefone.

Imagem 1/1: Depois de retirar os dois parafusos Pentalobe familiares usamos uma ventosa para levantar cuidadosamente a tela para nos dar espaço suficiente para executar uma ferramenta de plástico para baixo das bordas para liberar os clipes de tela

Passo 2

Depois de retirar os dois parafusos Pentalobe familiares usamos uma ventosa para levantar cuidadosamente a tela para nos dar espaço suficiente para executar uma ferramenta de plástico para baixo das bordas para liberar os clipes de tela

 

  • Ao contrário dos 5s, O cabo de ID 6 Touch está agora encaminhado até a parte de trás da tela, de modo que não precisa se preocupar com acidentalmente rasga o cabo ID toque.

 

Imagem 1/2: Os conectores de tela são cobertos por uma placa metálica, semelhante ao dos modelos anteriores.

Passo 3

Os conectores de tela são cobertos por uma placa metálica, semelhante ao dos modelos anteriores.

 

  •  Esta placa é mantida por 5 parafusos desta vez.
  • Há 5 conectores sob esta placa: LCD / Touch Sensor / câmera frontal, câmera traseira e TouchID.

 

Imagem 1/2:. A bateria está muito bem preso em Com um pouco de calor e um pouco de deformação da bateria, fomos capazes de tirá-lo. (Há provavelmente uma aba de puxar para retirar a bateria, mas nós não encontrá-lo.)

Passo 4

A bateria está muito bem preso. Com um pouco de calor e um pouco de deformação da bateria, fomos capazes de tirá-lo. (Há provavelmente uma aba de puxar para retirar a bateria, mas nós não encontrá-lo.)

 

  • A bateria é avaliado em 3.82V, 6.91Whr.

 

Imagem 1/1: A remoção da placa lógica requer a remoção de muitos parafusos.

Passo 5

A remoção da placa lógica requer a remoção de muitos parafusos.

 

  • Felizmente para DIYers, a Apple colocou os chips de distância da maioria dos parafusos para que haja menos risco de danos deslizamento ferramenta.

 

Imagem 1/1: A câmera traseira iPhone 6: Não é tão grande como o seu irmão opticamente estabilizado.

Passo 6

A câmera traseira iPhone 6: Não é tão grande como o seu irmão opticamente estabilizado.

Imagem 1/1: A placa lógica iPhone 6.

Passo 7

Separando placa logica do iPhone 6.

Imagem 1/1: O motor de vibração é agora dentro de uma caixa de metal!

Passo 8

O motor de vibração é agora dentro de uma caixa de metal!

Imagem 1/1: O alto-falante.

Passo 9

O alto-falante.

Imagem 1/1: A porta Lightning.

Passo 10

A porta Lightning.

Imagem 1/1: O sensor ID Touch.

Passo 11

  • O sensor ID Touch.
Imagem 1/1: A câmera frontal e sensor de proximidade cabo flex.

Passo 12

A câmera frontal e sensor de proximidade cabo flex.

Imagem 3/3: The Touch ID cabo vai do interruptor casa para o topo da tela, adicionando um quarto conector na parte superior.

Passo 13

O conjunto da tela do iPhone 6. É mais fino do que o iPhone 5s / 5c / 5 tela de.

 

  • O toque de ID de cabo vai do interruptor casa para o topo da tela, adicionando um quarto conector na parte superior.

 

Imagem 3/3: Análise de seguir com desmontagem completa do iFixit.

 Passo 14

Após a desoldering doloroso habitual da blindagem, temos a placa lógica em toda sua glória nua.

 

  •  Análise de seguir com desmontagem completa do iFixit.

 

Imagem 1/3: Mais de chips fotos!

Passo 15

Mais imagens do chip!

Imagem 1/3: Ainda mais ICs.

Passo 16

Mesmo mais ICs.

Imagem 1/2: E isso é tudo que ela escreveu! Estaremos de volta em breve com uma desmontagem completa e análise de iFixit com fotos de alta resolução.

Passo 17

E isso é tudo que ela escreveu! Estaremos de volta em breve com uma desmontagem completa e análise de iFixit com fotos de alta resolução.

Carregador do notebook quebrou? O que saber antes de comprar um novo

Carregador do notebook quebrou? O que saber antes de comprar um novo

Trocar o carregador da bateria do notebook é uma tarefa que parece simples, mas que precisa ser realizada com alguma atenção. Há detalhes importantes sobre a fonte de energia que devem ser observados para que o equipamento funcione corretamente e não cause danos à vida útil da bateria, ou acidentes, comprometendo a integridade do computador e do usuário.

Confira o passo a passo com todas as informações necessárias para a troca de um carregador que quebrou ou parou de funcionar e fique atento ao comprar uma fonte nova.

Recarregar a bateria com laptop ligado pode ser prejudicial (Foto: Thiago Barros/TechTudo)Problemas com o carregador? Veja o que fazer antes de comprar um novo (Foto: Thiago Barros/TechTudo)

Por que é importante conhecer essas informações?

A fonte com especificações incorretas pode prejudicar a vida útil da bateria e, em casos extremos, provocar superaquecimento ao ponto de tornar o componente uma pequena bomba. Ao estourar, a bateria pode ferir usuários, vazar substâncias tóxicas e provocar danos irreversíveis ao computador.

Saiba quais são os aspectos importantes na hora de comprar uma fonte para notebook (Foto: Filipe Garrett/TechTudo)Saiba quais são os aspectos importantes na hora de comprar uma fonte para notebook (Foto: Filipe Garrett/TechTudo)

Antes de realizar uma compra, fique atento às especificações da fonte. O aparelho precisa oferecer valores próximos, se não iguais, aos prometidos pelo modelo que você está substituindo em dois quesitos principais: voltagem e amperagem de saída.

No caso de uma fonte que tenha qualquer grande disparidade nesses registros, com valores muito mais altos do que aqueles aceitos pela bateria do computador, haverá riscos de que a tensão ou intensidade de corrente que sobra causar, com o tempo, danos em circuitos e na bateria, já que ela será sobrealimentada o tempo todo.

Fontes universais podem ser uma opção, desde que ofereçam especificações compatíveis com a sua necessidade (Foto: Divulgação/Bright)Fontes universais podem ser opção, desde que ofereçam especificações compatíveis com a necessidade (Foto: Divulgação/Bright)

Como adquirir uma nova fonte

Passo 1. A princípio, não há problemas em adquirir fontes genéricas, também chamadas de paralelas, ou universais. Mas, se possível, verifique com o fabricante do seu notebook a disponibilidade de carregadores originais. Caso estejam disponíveis e o preço não for um obstáculo muito grande, dê preferência ao produto original;

Caso você opte por uma fonte genérica, mas não universal, as especificações técnicas precisam ser exatamente iguais às encontradas no carregador original (Foto: Divulgação/Rohs)Caso você opte por uma fonte genérica, mas não universal, as especificações técnicas precisam ser exatamente iguais (Foto: Divulgação/Rohs)

Passo 2. Há casos em que comprar a fonte original para substituir uma defeituosa será impossível, sobretudo no caso de laptops mais antigos. Nessas situações, você terá que procurar modelos genéricos, o que significa filtrar as fontes de acordo com suas especificações: voltagem de entrada, de saída, amperagem e padrão de pinos;

Independente do fabricante e do modelo, fontes trazem informações técnicas nas faces (Foto: Filipe Garrett/TechTudo)Independente do fabricante e do modelo, fontes trazem informações técnicas nas faces (Foto: Filipe Garrett/TechTudo)

Passo 3. A melhor forma de conhecer esses dados técnicos é consultando a face do carregador aposentado. Nela há uma série de dados técnicos sobre o equipamento. Comece procurando os valores referentes à entrada (Input). O principal aqui é descobrir a voltagem de entrada. No exemplo da foto, trata-se de uma fonte bivolt, de 100 a 240 volts.

Após conferir o input, é hora de descobrir valores de saída de energia (Output). Como visto abaixo da voltade, a fonte usada no nosso exemplo oferece 19 volts, 4,74 ampères de intensidade a uma potência máxima de 90 watts (se a fonte não incluir essa informação, basta multiplicar a voltagem pela amperagem para conhecer o número);

Fique atento aos números para não ter surpresas desagradáveis ao comprar uma fonte genérica (Foto: Filipe Garrett/TechTudo)Fique atento aos números para não ter surpresas desagradáveis ao comprar uma fonte genérica (Foto: Filipe Garrett/TechTudo)

Passo 4. O último ponto é verificar o padrão de pinagem do componente, ou o conector que liga o carregador ao notebook, afinal, comprar uma fonte de especificações ideais que não se conecta ao seu laptop não resolverá o problema.

Não esqueça de verificar a compatibilidade dos conectores da fonte com seu notebook (Foto: Filipe Garrett/TechTudo)Não esqueça de verificar a compatibilidade dos conectores da fonte com seu notebook (Foto: Filipe Garrett/TechTudo)
Por Techtudo.
Vale a pena comprar um iPhone 6 usado? Preço pode compensar

Vale a pena comprar um iPhone 6 usado? Preço pode compensar

O preço do iPhone 6 certamente caiu desde seu lançamento em 2014, mas ainda permanece alto – a versão de 16GB custa R$ 3.199 e a de 64GB, R$ 3.499. Vale lembrar que a câmera permanece com apenas 8MP e não há mais a versão de 128GB no Brasil desde o lançamento do iPhone 6S e do 6S Plus. Por isso, é crescente a quantidade de pessoas que optam por comprar o modelo usado celular da Apple.

Mesmo com esse aumento, muitos usuários ainda ficam apreensivos em adquirir um aparelho de segunda mão e ele vir com algum defeito. Para acabar com essas dúvidas, veja a lista de pontos positivos e negativos que podem te ajudar na hora de decidir por um usado ou não.

iPhone 6 e 6 PlusAinda vale a pena comprar um iPhone 6 usado? (Foto: Lucas Mendes/TechTudo)

Pontos positivos

1. Preço mais barato

Hoje em dia é possível encontrar o iPhone 6 por cerca de R$ 2.300 em grupos e sites de compra e venda de aparelhos. Não podemos dizer ainda que é um um aparelho barato, mas já há uma economia para quem faz questão de ter o iPhone. O preço atual, na loja, chega a R$ 3.499. Já na época do lançamento no Brasil, o valor da versão de 64GB era de R$ 3.899.

Em alguns casos, o smartphone vendido tem pouco tempo de uso, o que aumenta as chances de obter um celular em bom estado. Para confirmar essa informação, é importante pedir a nota fiscal para o vendedor.

2. Bom desempenho

Os celulares da Apple têm ótimo desempenho, mesmo depois de certo tempo de uso. O sistema operacional iOS e os processadores são desenvolvidos pela própria Apple, o que contribui para que o iPhone rode com fluidez, sem apresentar travamentos.

iPhone 6 usado ainda pode apresentar bom desempenho (Foto: Anna Kellen/TechTudo)iPhone 6 usado ainda pode apresentar bom desempenho (Foto: Anna Kellen/TechTudo)

Qual é o melhor celular top de linha a venda no Brasil? Descubra no Fórum do TechTudo

No caso do iPhone 6, isso deve valer por bastante tempo. O celular tem um processador A8 com 64 bits e um coprocessador M8 – especificações que prometem garantir que o aparelho seja capaz de suportar as atualizações do iOS e o uso diário sem grandes problemas.

3. iOS atualizado

A versão mais recente do sistema do iPhone (e do iPad) é o iOS 9. Tradicionalmente, a Apple costuma disponibilizar seus OS até mesmo para os celulares mais antigos. O iPhone 4S, por exemplo, foi lançado em 2011 e já conta com o iOS atualizado. Se a empresa mantiver esse histórico, os usuários do iPhone 6 continuarão recebendo os updates do sistema por pelo menos mais três anos.

iOS 9 é o sistema operacional mais recente da Apple (Foto: Divulgação/Apple)iOS 9 é o sistema operacional mais recente da Apple (Foto: Divulgação/Apple)

Pontos negativos

1. Preço oficial ainda pode diminuir

Logo após o lançamento dos novos iPhone 6S e iPhone 6S Plus, o preço das versões anteriores diminuiu. Como a Apple costuma apresentar um celular por ano – e sempre na mesma data -, espera-se que o iPhone 7 seja anunciado em setembro deste ano.

Portanto, se você não estiver com pressa para comprar um smartphone novo, esperar mais alguns meses pode representar em uma economia ainda maior. Se esse não for o seu caso, você provavelmente vai adquirir um iPhone 6 usado mais caro do que ele será no meio do ano.

2. Possíveis arranhões e marcas de uso

Com o uso diário, é comum que algumas marcas e arranhões apareçam nos celulares, por causa de quedas e batidas acidentais. Caso o usuário não utilize uma capinha protetora, é bastante difícil que o corpo do aparelho permaneça intacto por muito tempo.

Depois de certo tempo, iPhone 6 pode apresentar algumas marcar de uso (Foto: Lucas Mendes/TechTudo)Depois de certo tempo, iPhone 6 pode apresentar algumas marcar de uso (Foto: Lucas Mendes/TechTudo)
Dessa forma, ao comprar um smartphone de outra pessoa, é preciso estar ciente da possibilidade de ter em mãos um celular com marcas de uso.

3. Problemas na bateria

Uma característica negativa do iPhone – mesmo nos aparelhos novos – é a bateria. Muitos usuários reclamam que o dispositivo não consegue ficar muito tempo longe das tomadas. No caso de um iPhone 6 usado esse problema fica ainda mais evidente.

Com o passar do tempo, e com o uso constante, a tendência é que a bateria do celular passe a ter uma piora no desempenho.

Quer saber um pouco mais sobre o iPhone 6 antes de comprar? Veja o vídeo:

1.00

Cuidado especial: iCloud bloqueado

Esse ponto exige muita atenção daqueles que pretendem comprar um iPhone 6 usado. Se você adquirir um celular da Apple bloqueado no iCloud, será possível utilizar apenas os recursos nativos do sistema. Dessa maneira, o usuário não vai conseguir baixar novos apps.

Para garantir que isso não ocorra, é preciso pedir para que o dono do iPhone finalize a sua sessão no iCloud, deslogando o e-mail cadastrado e permitindo que o novo usuário inicie uma conta diferente.

Por: Tech Tudo

Onde consertar iPhone 6 em Rio de Janeiro?

Onde consertar iPhone 6 em Rio de Janeiro?

Onde consertar iPhone 6 na cidade de Rio de Janeiro? É uma pergunta comum, você mesmo já deve ter pensando nisso alguma vez.  É cada vez mais difícil encontrar uma assistência técnica Apple de confiança para conserto de iPhone 6. Isso é fato! Trocar tela de iPhone 6 e ou Consertar iPhone se torna uma missão complicada.

O que fazer? Como agir? Muitas situações acontecem em nossas vidas. Quebrar um iPhone 6, infelizmente pode ser uma dessas situações. Indesejada, claro. Porém, possível! Fazer manutenção e conserto de iPhone 6 já tem endereço certo.

Meu iPhone 6 quebrou a tela

tela iphone5sÉ uma das situações mais comuns. Há pessoas que perguntam como consertar a tela do iPhone 6. Afinal,tela de iPhone 6 tem conserto? Sim e não. A tela quebrada não tem conserto. Infelizmente tem que ser descartada. O que a maioria das pessoas chamam de “conserto de tela de iPhone 6“, na verdade é apenas a troca da tela do iphone 6.

Geralmente é utilizado um processo muito minucioso – pelo menos deveria ser assim. O processo técnico da troca de tela do iPhone 6 é bastante delicado. O iPhone 6 é aberto e peças minúsculas são manuseadas nesse processo. É preciso desconectar cabos flex bem pequenos antes de trocar a tela do iphone 6. Muitos ainda perguntam: Como trocar a tela quebrada do iPhone 6 em casa? Não tente fazer isso, por mais esperto e inteligente que você seja, realizar o conserto do iphone 6 é complexo. Acredite, já tentei fazer isso com um iPhone mais antigo e o resultado foi catastrófico. Na verdade, fui apenas tentar “consertar o botão power do iPhone 6” e acabei queimando o display do iPhone 6 e quebrando alguns cabos que não podiam ser quebrados de jeito nenhum. Resultado? A assistência técnica apple salvou meu iPhone 6 da morte.

 

Pelas informações no site da Apple, há quem ainda pergunte. A tela do iPhone 6 quebra? A tela do iPhone 6 arranha? Infelizmente sim. E o único jeito de deixa-lo novo é fazendo a troca da tela do iPhone 6 completa.

Meu iPhone 6 caiu na água

iPhone 6 não é a prova d’água. Ou seja, tente mantê-lo o mais longe possível da água. Os danos podem ser sérios. Há casos inevitáveis. Um belo dia fui mergulhar em uma piscina e… meu iPhone 6 mergulhou comigo e.. não ligou mais. Problemão hein!!! Como resolver? Colocar iPhone 6 molhado no saco de arroz resolve mesmo? O arroz, assim como o sal, é higroscópico, ou seja, tem a propriedade de absorver a umidade do ar. Porém, não tem o poder de ressuscitar capacitores, não é mesmo! Levar o iPhone 6 em uma assistência apple de confiança é uma decisão acertada. Isso porque deve submeter o aparelho a banho químico e resoldagem de trilhas e capacitores caso seja necessário.

iPhone 6 descarregando bateria muito rápido

assistencia tecnica iphone 4sNão admitimos facilmente mas, cada vez mais, submetemos os smartphones a verdadeiros “testes de estresse”. Verdade seja dita, usamos os iProducts o dia inteiro. Seja com aplicativos de mensagens, redes sociais, jogos, web sites e tudo o que pudermos controlar. Ou seja, a bateria do iPhone 6 não faz milagres, pelo menos por enquanto. Trocar a bateria do iPhone 6 é caro? Acredite. É muito mais barato do que você imagina. Não vale a pena sofrer com uma bateria que descarrega o tempo todo ou não carrega até 100%. Trocar a bateria do iPhone 6 por uma bateria nova e original é rápido, simples e muito em conta. Usar carregador pirata estraga a bateria do iPhone 6? Sim, e muito! A maioria delas sequer conseguem colocar o iPhone 6 para carregar e, as que conseguem, estragam a bateria do iPhone 6 rapidamente. Em alguns casos, na primeira carga já danifica a bateria do iPhone. Isso tudo depois que a Apple lançou o iOS 7. Vale a pena pagar por um carregador original, por mais caro que seja, infelizmente. Onde trocar a bateria do iPhone 6 em Rio de Janeiro?

Olha esse vídeo de troca de bateria do iPhone

iPhone 6 esquentando muito

iPhone 6 esquentando muito. É normal? De fato o iPhone 6 tende a esquentar um pouco mais que os outros iPhones. Mas a Apple entende que isso é normal. Para tanto, existe uma função nativa do iOS que indica que o iPhone 6 está com a temperatura acima do normal. O que acontece depois disso? O iPhone reinicia – não se desespere – depois volta a temperatura normal.

Se isso acontecer o tempo todo, será necessário abrir para resolver o problema. Pode ser um problema na placa lógica do aparelho. Se for isso mesmo, será necessário revisar todo o iPhone.

Há casos que o iPhone 6 esquenta muito por causa da bateria. E aí voltamos no ponto que pode sim ser causado pelo carregador falsificado. A bateria pode até mesmo explodir dentro do iPhone 6. E tenho certeza que você não vai querer passar por essa experiência. Se o problema for causado pela bateria, deve-se trocar imediatamente a bateria do iPhone 6 para não causar danos na placa lógica do aparelho. A bateria deve ser trocada para a temperatura do iPhone 6 voltar ao normal. Se precisar resolver esse problema de iPhone 6 esquentando muito, a solução está na Grupo Amigo Notebook.

 Considerações finais

Depois de tudo o que foi falado acima, espero que você tenha entendido o quão importante é confiar o seu iPhone 6 em uma assistência apple de qualidade. Por isso que a Grupo Amigo Notebook é a que mais se destaca. Pela competência em oferecer serviços de qualidade que vão desde a uma simples troca de tela de iPhone 6 até mesmo casos mais complexos de conserto de iPhone. Se você procura onde consertar iPhone 6 em Rio de Janeiro, a Grupo Amigo Notebook é a sua melhor alternativa, é a sua melhor solução.