4109-1052 | 98067-6144 contato@spadomicro.com.br

Então você está num dia super produtivo, ideias fluindo a mil por hora, dedos teclando nervosamente eis que parte do teclado do notebook ou até mesmo ele todo, para de funcionar.

Você insiste, passa a digitar com mais força na tentativa de fazer as letras que insistem em não aparecer colaborarem com a sua inspiração, mas de nada adianta. Essa situação é mais comum do que aparenta, mas não é o fim do mundo. Veja aqui o que fazer para tentar solucionar o problema no teclado do notebook.

Bom a primeira coisa a fazer, é identificar se o problema está acontecendo com um tecla, um região do teclado, ou o teclado por inteiro. Pra isso, digite a seguinte frase em inglês, que utiliza todas as letras do alfabeto em outros programas, pois as vezes o problema esta

na configuração do software utilizado:

The quick brown fox jumps over the lazy dog

Certo, agora você já consegue identificar quais são as teclas que estão falhando. Vamos ao próximo passo para consertar o teclado do notebook.

Aspirando ou utilizando a boa e velha técnica milenar

Caso você perceba que apenas uma tecla ou uma pequena região do teclado está falhando, pode ser resultado de sujeira proveniente dos famosos lanchinhos em frente ao computador, que invadiram o seu teclado, e agora estão emperrando o dito cujo.

A melhor forma (e menos agressiva) de se livrar de possíveis migalhas vilãs, seria utilizando um aspirador USB ou um caseiro mesmo. Passe o aspirador por toda a região onde as teclas estão emperrando, lembrando-se de inclinar um pouco afim de facilitar a saída da sujeira para dentro do aspirador.

Outra possibilidade é com um compressor de ar, “soprando” a migalha pra fora do teclado.

Caso o aspirador ou o compressor de ar não tenham conseguido resolver a questão, vamos apelar para a velha e boa tática do “conserto a base da força”. Desligue o seu notebook para não danificar os componentes (principalmente o HD).
Com ele totalmente desligado, vire-o de cabeça para baixo (não totalmente, procure segurá-lo um pouco angulado para que a sujeira possa “escorregar” dentro do teclado e encontrar seu caminho para fora), e dê uma chacoalhada, afim de “desemperrar” a sujeira. Você pode (e deve) passar novamente o aspirador após o procedimento a fim de retirar, efetivamente, possíveis restos de migalhas entre outros lá de dentro.

Na maioria dos casos, se o problema realmente for sujeira, você consegue “corrigi-lo” sem maiores dificuldades.

(Uma forma de evitar a entrada e/ou acúmulo de sujeira no teclado é utilizar uma película protetora, podendo ser até um papel filme desses convencionais de cozinha. Mas o mais correto é evitar de degustar alimentos que esfarelam ou podem respingar sobre o teclado, por mais impossível que isso pareça).

Café, refrigerantes, cerveja e outros líquidos.

No caso de líquidos, “o buraco é mais embaixo”.

Consumir líquidos em frente ao notebook pode ser no mínimo uma aventura perigosa.

Líquidos podem causar um dano mais sério, não somente ao teclado, mas a outros componentes do notebook. Mas sabemos que esses acidentes acontecem, então veja como proceder nesses casos.

Caso vc tenha derramado apenas algumas gotas de refrigerante ou café você pode, com notebook desligado, retirar as teclas que foram afetadas pelo derramamento, e utilizar um pano seco, com poucas gotas de produto de limpeza (pode ser álcool ou até mesmo um pouco de água com sabão) afim de retirar o produto derramado da placa.
Um cotonete pode ser bem útil nesses casos, por tratar-se de um espaço pequeno e delicado. Deixe a área secar por completo antes de ligar novamente o notebook.

Caso a quantidade de líquido derramada seja grande, a primeira coisa a fazer é desligar o notebook para evitar danos mais extensivos. Outras peças além do teclado podem ser danificadas nesses casos. No que diz respeito ao teclado especificamente, a secagem e possível salvamento do mesmo é um pouco mais difícil. Normalmente nesses casos é necessário fazer a substituição do teclado.

Reboot

Muitas vezes, o teclado pode apresentar problemas por uma possível falha no sistema. A primeira opção nesses casos é o famoso reboot. O reboot ( reinicialização) pode corrigir centenas de problemas. Se você não consegue usar o mouse ou o teclado para reinicializar o seu notebook, basta apertar o botão do power continuamente até que o notebook se desligue. Caso o problema do teclado não tenha se resolvido após a reinicialização, verifique as alternativas abaixo.

Drivers

Esse e um problema que pode aparecer caso você tenha o costume de instalar softwares de terceiros com frequência, e/ou costuma desligar sua máquina no botão Power, sem usar o comando desligar (shut down).

Cheque o gerenciador de dispositivos do seu notebook. Se na linha que representa o teclado estiver aparecendo um ponto de exclamação, ou caso você não encontre a linha do teclado de forma alguma, então você deve acessar a página do fabricante de seu laptop afim de baixar os drivers mais recentes para o teclado de seu notebook. Talvez você precise utilizar um teclado usb, para poder preencher possíveis campos solicitados previamente ao download. Uma vez encontrado o driver, basta instalá-lo e seu problema deve ser corrigido.

Caso todas as opções anteriores não corrijam seu problema com o teclado, a alternativa inicial é utilizar um teclado USB a fim de poder utilizar o notebook imediatamente e finalizar os procedimentos iniciados no momento em que o teclado passou a falhar. Assim você não perde tempo tentando resolver um problema que pode ser um pouco mais complicado, como no caso de ser necessária a reposição de seu teclado.

Conexões

As vezes, por pequenos impactos, a conexão do cabo flat do teclado pode se soltar da placa mãe, ocasionando problemas no funcionamento do teclado, parciais ou integralmente. Se você tem conhecimento e/ou prática em abrir notebooks, consertar esse pequeno problema é simples e fácil. Caso não seja, veja no site do fabricante ou em tutoriais na internet se há uma explicação em como desmontar o notebook para corrigir o erro.
Se você não se sente seguro para efetuar a desmontagem e reconexão do cabo, procure uma assistência técnica de sua confiança para que eles possam resolver essa questão com segurança.

Se você ainda conta com a garantia de fabrica, ou garantia estendida, a melhor opção nesse caso é acionar o fabricante. Caso eles entendam que há um defeito realmente em seu teclado do notebook, é provável que você consiga substitui-lo sem demais problemas. Lembrando que antes de enviar seu notebook para uma assistência, é sempre prudente efetuar um back-up de seus dados.

Caso você não esteja mais coberto pela garantia, então você terá que substituir o seu teclado por conta.

Re-instalando o driver do teclado

Muitos dos problemas apresentados pelos teclados estão ligados aos drivers utilizados pelo sistema. Corrigir esses problemas não é nenhum bicho de sete cabeças, mas requer um cuidado especifico.

O primeiro passo para efetuar a correção do driver com segurança é criar um ponto de restauração do sistema, caso haja algum problemas durante a correção do driver. Uma vez criado o ponto de restauração, abra o gerenciador de dispositivos. Se você utiliza o Windows XP, clique em Iniciar, clique em meu computador com o botão direito do mouse, e selecione propriedades. Clique na aba Hardware, e abra o gerenciador de dispositivos. Caso utilize Windows Vista, 7 ou superior, apenas clique em iniciar, escreva gerenciador de dispositivos e pressione enter.

Agora encontre na lista o seu teclado, clique com o botão direto do mouse sobre ele e selecione desinstalar.

Uma vez desinstalado, selecione a opção Verificar se há alterações de hardware. Esta ação irá re-instalar o driver.

Caso esta ação não seja eficaz na correção do problema, é preciso descobrir se o problema é no hardware ou no Windows.

Para isso efetue os seguintes testes:

Primeiro plugue um teclado usb no seu computador e verifique seu funcionamento. Caso ele não esteja funcionando também, o problema não esta exatamente no teclado.

Para verficar se o problema esta no Windows, você pode rodar a partir de um disco virtual um outro sistema (como Ubuntu por exemplo). Caso o problema persista nesse novo sistema operacional, o problema não está no Windows e pode ser físico na placa do teclado.

Caso os testes demonstrem que o problema esta no Windows, a primeira opção é tentar a restauração do sistema, “levando” o computador até uma data/ponto anterior ao problema. Caso esta ação não resolva, infelizmente será necessário a re-instalação do Windows.

No caso de aparentar ser um problema do hardware do teclado, será necessário substituir o mesmo.

Com informações do Elgscreen

Quer aprender a consertar celulares e tablets?

AULA GRÁTIS! Junte-se a mais de 15.000 pessoas satisfeitas e conheça nosso curso.>

Você pode gostar!